Proposta Pedagógica

A proposta Pedagógica da Escola de Educação Infantil Aqui Eu Fico Projeto Bilíngue considera, em sua prática, a Lei de Diretrizes e Bases 9394/96, o estatuto da Criança e Adolescente, organizando seu trabalho nas diferenças individuais e na consideração das peculiaridades das crianças na faixa etária atendida pela Educação Infantil.
A educação tem função criar condições para o desenvolvimento de todas as crianças, considerando as possibilidades de aprendizagem nas diferentes faixas etárias envolvendo as áreas física, afetiva, cognitiva, ética, estética, inserção social e relação pessoal.
Acreditamos que, no universo infantil, podemos trabalhar de forma tranquila e motivadora quando levarmos em conta as diferenças, o que torna cada criança única em seu processo de desenvolvimento.
As práticas em educação infantil devem ser entendidas como ideias norteadoras de um trabalho e não como dogmas que devem ser seguidos cegamente e sem crítica alguma.
A Escola de Educação Infantil Aqui Eu Fico Projeto Bilíngue baseia seu trabalho nas ideias de teóricos conhecedores da Educação Infantil e que se mostram pertinentes a nossa prática e realidade. Seus estudos dão respaldo ao nosso trabalho com crianças, organizam e sustentam nossa prática diária.

JEAN PIAGET
A preocupação central da teoria de Piaget é descobrir como se estrutura o conhecimento. Segundo ele, o indivíduo promove reorganizações sucessivas em seu processo de adaptação ao meio. Tal processo envolve a capacidade de organizar, estruturar e entender e, posteriormente, com a aquisição da fala, explicar pensamentos e ações.

LEV SEMENOVICH VYGOTSKY
o desenvolvimento da criança pequena se estrutura a partir das relações sociais estabelecidas entre o indivíduo e o mundo exterior. O contexto histórico e social desempenha papel fundamental neste processo, uma vez que não pode ser desconsiderado.

HENRI WALLON
No desenvolvimento infantil deve ser levado em conta três aspectos básicos: AFETIVIDADE, MOTRICIDADE (movimento) e INTELIGÊNCIA. Propõe que a criança deva ser considerada como um todo e que o desenvolvimento da inteligência depende das experiências oferecidas pelo meio e do grau de apropriação que o sujeito faz dela.
Entende que o desenvolvimento se dá de forma descontínua, sendo marcada por rupturas e retrocessos. A cada nova fase, há uma reformulação e não uma simples adição dos estágios anteriores.

A Escola de Educação Infantil Aqui Eu Fico está organizada em seu trabalho a partir das pressupostos teóricos de Piaget, Vygotsky e Wallon.
Acreditamos que as crianças de 4 meses a 5 anos e 11 meses, com as quais trabalhamos, devem ser tratadas e entendidas em sua essência, respeitando seu desenvolvimento e entendendo a fase na qual se encontram, possibilitando assim, ao grupo uma cumplicidade coletiva, o que permite a interação entre as partes (professor-criança) e os pares iguais (criança) oportunizando um crescimento harmônico.
Assumindo as ideias pedagógicas que temos como princípios de trabalho, a escola tem como objetivos:
Respeitar a individualidade da criança;
Trabalhar na formação integral da criança;
Favorecer o desenvolvimento afetivo, motor, cognitivo;
Proporcionar momentos onde a criança possa desenvolver sua autonomia;
Valorizar a construção do conhecimento;
Proporcionar momentos onde os grupos possam vivenciar valores humanos;
Proporcionar momentos onde os grupos de crianças possam interagir com atividades culturais pertinentes a sua idade;
Oportunizar o contato com idioma inglês, incentivando a curiosidade da criança;
Desenvolver o interesse pelo idioma de modo que haja envolvimento e desejo de ampliar este contato nos anos que seguirão.

DIREITOS DE APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL (BNCC – EDUCAÇAO INFANTIL)
1. Conviver -com outras crianças e adultos, em pequenos e grandes grupos, utilizando diferentes linguagens, ampliando o conhecimento de si e do outro, o respeito em relação à cultura e às diferenças entre as pessoas.
2. Brincar -cotidianamente de diversas formas, em diferentes espaços e tempos, com diferentes parceiros (crianças e adultos), ampliando e diversificando seu acesso a produções culturais, seus conhecimentos, sua imaginação, sua criatividade, suas experiências emocionais, corporais, sensoriais, expressivas, cognitivas, sociais e relacionais. (…)
3. Participar – ativamente, com adultos e outras crianças, tanto do planejamento da gestão da escola e das atividades propostas pelo educador quanto da realização das atividades da vida cotidiana, tais como a escolha das brincadeiras, dos materiais e dos ambientes, desenvolvendo diferentes linguagens e elaborando conhecimentos, decidindo e se posicionando.
4. Explorar – movimentos, gestos, sons, formas, texturas, cores,
palavras, emoções, transformações, relacionamentos, histórias, objetos, elementos da natureza, na escola e fora dela, ampliando seus saberes sobre a cultura, em suas diversas modalidades: as artes, a escrita, a ciência e a tecnologia. (….)
5. Conhecer-se – construir sua identidade pessoal, social e cultural, constituindo uma imagem positiva de si e de seus grupos de pertencimento, nas diversas experiências de cuidados, interações, brincadeiras e linguagens vivenciadas na instituição escolar e em seu contexto familiar e comunitário.
6. Expressar – Todas as crianças têm o direito de expressarem as suas emoções e necessidades em qualquer patamar;